Untitled Document
  Clique para voltar a Página Inicial  
 
Usuário: Senha:
  Dom Pedrito, terça-feira, 17 de outubro de 2017 ->
Site em Português English Site Sitio en Español
 

Benefícios do arroz, um alimento completo que promove o bem-estar, a saúde, a beleza e ainda emagrece!
Dieta Mediterrânea

Rica em vitaminas, minerais, carboidratos e fibras e pobre em ácidos graxos saturados, a Dieta Mediterrânea faz com que os povos da região apresentem os mais baixos índices de infarto e derrame do mundo e as mais altas taxas de expectativa de vida.
Base da Dieta :

    * Grãos ( cereais, incluindo arroz e feijão)
    * Legumes, Frutas e Verduras
    * Azeite de oliva
    * Vinho
    * Peixe
    * Pouca gordura animal


 Dieta é Estilo de Vida
 Fatores que prolongam a vida:

   Assistência Médica 10%

   Genética  17%

   Meio Ambiente  20%

   Estilo de Vida  53% 

  Fonte:    Stanford University

 
Com exceção da  Dieta de Atkins que aposta só em proteínas para um emagrecimento rápido, todas as demais dietas mantém o arroz.A famosa dieta mediterrânea mantém o arroz, que é absorvido lentamente pelo organismo, é pobre em gorduras e assim proporciona uma energia limpa ao nosso organismo.
 
Nos hábitos de alimentação mediterrâneos, cerca de 40% das calorias procedem de gorduras consideradas "saudáveis", como o azeite de oliva e o peixe, e pelo menos 50% de carboidratos complexos, procedentes de cereais integrais, frutas e legumes.

Corte de carboidratos nas dietas

"Se o carboidratado é cortado da dieta, o organismo passa a utilizar a proteína, ou seja, perde-se a massa magra e água. Portanto, a pessoa fica mais leve, mas não perde peso"
Além disso, o carboidrato está ligado com a sensação de saciedade. Portanto, sem ele a tendência é que você fique mais irritado, o que ajuda a desistir da dieta.Portanto, o segredo está em manter uma alimentação equilibrada e saudável
Alimentos integrais
O fato de ser integral não faz perder peso.Esses alimentos têm mais minerais, são mais saudáveis. Mas têm a mesma quantidade de calorias ou mais que um alimento normal.As fibras, presentes nos alimentos integrais, dão mais saciedade. Por isso, teoricamente, a pessoa vai comer menos. E é nesse ponto que os produtos integra
is ajudam em uma possível perda de peso.
Samantha Rhein-
professora de nutrição do Centro Universitário São Camilo
Emagreça com Saúde!
Todo mundo foge de arroz e feijão quando começa uma dieta. E sem motivo. Está mais do que comprovado que eles não só não engordam como ajudam a emagrecer. "O que não pode é exagerar nas porções, mas isso vale para qualquer alimento".
Priscila Bassinello, doutora em Ciência de Alimentos da Embrapa.

Como em um casamento feliz, a química é perfeita. Mais do que uma saborosa parceria, o encontro do arroz com o feijão assegura um invejável arranjo de nutrientes. O que falta em um, o outro fornece e, assim, se completam. Unidos, oferecem uma excelente combinação protéica. 
 Norka Beatriz Barrueto,
nutricionista, professora da Universidade Estadual Paulista
Uma pesquisa realizada pela epidemiologista Rosely Sichieri, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), e recentemente publicada no The American Journal of Clinical Nutrition, mostrou que as pessoas que incluíram na dieta as duas delícias conseguiram uma redução significativa de peso.
 " Arroz e feijão são uma boa pedida para quem quer perder e manter o peso. Ninguém precisa ficar só na saladinha e no grelhado", afirma a pesquisadora Rosely. Aliás, esse é o segundo estudo da especialista a relacionar os dois alimentos ao emagrecimento.

  American Dietetic Association Food & Nutrition  Conference & Expo 2007 (FNCE) na Filadélfia:"Em vista da epidemia de obesidade  no mundo os dados da pesquisa demonstram que os consumidores de arroz têm melhor qualidade na dieta e melhores parâmetros de saúde do que os não consumidores.  Consumir arroz é a boa nova para pessoas que desejam adotar uma alimentação mais saudável , manter peso e melhorar o estilo de vida. Destacamos ainda que o arroz combina bem com verduras,  legumes,  e proteína magra o que é altamente recomendado."disse  Julie Upton,  apresentador   da pesquisa.
        Confira as propriedades nutricionais: 

Arroz (1 colher de sopa):  41 kcal Carboidratos: 8,07 g
Proteínas: 0,58 g
Lipídeos: 0,73 g
Colesterol: 0

Feijão
(1 colher de sopa): 58 kcal
Carboidratos: 10,6 g
 Proteínas: 3,53 g
Lipídeos: 0,18 g
Colesterol: 0
 
Modo de usar arroz e feijão na dieta:

Para usufruir dos seus benefícios, adote a proporção 3 para 2, isto é, 3 colheres de sopa de arroz para 2 de feijão. Assim, você obtém nutrientes em perfeito equilíbrio. E em matéria de calorias, ambos somam 239.

Uma colher de sopa de arroz contém 41cal. e uma  de feijão, 58 cal.. Ou seja, a dupla não compromete as formas de ninguém !
O segredo do sucesso
Diferentemente do que muita gente pensa,arroz e feijão juntos, promovem uma saciedade de longa duração, mesmo se o cereal não for integral. Mas, claro, se o arroz for parboilizado integral ou  integral, a sensação de estômago cheio chega a ser maior ainda. Ou seja, quando adotamos esse prato tradicional, ficamos mais satisfeitos e ingerimos menos calorias na refeição e ao longo do dia. Isso por duas razões: a dupla é rica em fibras e é capaz de liberar paulatinamente glicose no sangue, afastando a fome por mais tempo e evitando a produção excessiva de insulina, hormônio que favorece o estoque de gorduras e o aparecimento de doenças como o diabete. Além das fibras, eles possuem cálcio e proteínas, que aceleram o metabolismo e espantam a vontade de comer mais, afirma a endocrinologista e nutróloga Valéria Goulart, de São Paulo.
De fato, eles são um par mais que perfeito. O arroz e o feijão não só fornecem diversos nutrientes como formam uma proteína completa. Explicando melhor: o primeiro é pobre no aminoácido lisina, que, por sua vez, sobra no feijão. Já o aminoácido metionina não é encontrado em abundância nessa leguminosa, porém é farto no arroz. E proteínas têm tudo a ver com emagrecimento, já que elas também dão saciedade, além de ajudar na queima de calorias.
O que é carboidrato simples e complexo?
Os carboidratos fornecem a energia que as células precisam para sobreviver.  
Os carboidratos simples são aqueles com estrutura química molecular de tamanho reduzido. Os carboidratos simples são digeridos e absorvidos rapidamente, produzindo um aumento súbito da taxa de glicose no sangue (glicemia). Exemplos de alimentos que são fontes de carboidratos simples: frutas, mel, xarope de milho, leite e derivados, açúcares e vegetais.

Os carboidratos complexos,normalmente conhecidos como "amidos", correspondem àqueles com estrutura química maior, mais complexa (amido, celulose). Devido ao tamanho de sua molécula, são digeridos e absorvidos lentamente, ocasionando aumento pequeno e gradual da glicemia. Exemplos de alimentos fontes de carboidratos deste grupo: arroz, pão, batata, massa e fibras.

Ex:Se você beber uma lata de refrigerante cheia de açúcar, a glicose entrará na corrente sangüínea em uma taxa de 30 calorias por minuto.
Um carboidrato complexo  é digerido muito mais vagarosamente, o que faz com que a glicose entre na corrente sangüínea a uma taxa de apenas duas calorias por minuto.

Grama por grama, os carboidratos do arroz têm metade das calorias contidas na gordura e os nutricionistas recomendam que 50% ou mais das calorias ingeridas diariamente, sejam originadas de carboidratos.